O Canadá reafirmou que precisa de mais profissionais de TI agora do que antes da pandemia do coronavírus. O país está perdendo talentos em tecnologia e, como consequência, as empresas canadenses estão tentando atrair cada vez mais trabalhadores estrangeiros desse setor para se mudarem para o país.

De acordo com um relatório publicado em dezembro de 2020, pelo Conselho de Economia da Inovação, intitulado Magnetic North: How Canada Holds its Own in the Global Race for Innovation Talent.

Acesse o relatório completo em inglês clicando aqui.

Aproximadamente 3 milhões de empregos foram afetados pela pandemia e isso está impactando negativamente na economia, isso ocorreu principalmente pelo confinamento para conter a disseminação do coronavírus, por outro lado, os empregos na área da tecnologia da informação passam por um período de maior demanda, a alta é de 8,7% maior ao final de 2020 do que em fevereiro do mesmo ano. Exemplos desses empregos são os programadores e engenheiros.

A explicação mais plausível é a velocidade da transição entre trabalho no escritório e trabalho em casa, isso ocorreu de forma muito pouco traumática para empregadores e funcionários.

Esta rápida adaptação fez com que empresas estrangeiras quisessem aproveitar os talentos disponíveis no Canadá, isso fez com que o país acelerasse a sua reputação como um centro de tecnologia mundial, gigantes da tecnologia como Google e Facebook abriram escritórios no país, recentemente a empresa de software Gatik abriu um centro de pesquisas em Toronto.

Uma vez que muitos graduados canadenses em tecnologia optam por se mudar para o exterior, as empresas canadenses estão procurando novos imigrantes para preencher as vagas de emprego. O Canadá se tornou um ímã, atraindo dezenas de milhares de trabalhadores estrangeiros altamente qualificados e estudantes de TI para o Canadá.

O Canadá também anunciou recentemente que receberá mais de 400.000 novos residentes permanentes a cada ano entre 2021 e 2023. Isso é consistente com a premissa de que o Canadá depende de novos imigrantes para ajudar a recuperar a economia.